-------pinterest---- ------- Papoulas douradas: Resenha do Filme: Medianeras

domingo, 22 de março de 2015

Resenha do Filme: Medianeras

     O filme é narrado por Martin e por Mariana, duas pessoas distintas perdidas nessa confusão digital.
    Martin é um cara que tem ''medo'' de sair de casa, por isso faz tudo o que pode pela a internet inclusive trabalhar, já Mariana é formada em arquitetura mas trabalha como uma espécie de ''design de vitrines'', ambos vivem em sua solidão.
     O filme mostra bem os lados ruins da tecnologia e de toda essa era digital que vivemos, o fato de a internet ter separado as pessoas físicas e as tornado mais superficiais e solitárias.
     Uma das minha coisas preferidas do filme é a forma que os personagens vêem o mundo, e as metáforas, isso tudo tornou o filme muito poético e melancólico mas de uma forma boa. Eu amei os personagens, as falas deles são incríveis e eles se encaixam perfeitamente com o estilo do filme. A Mariana é minha personagem preferida, me encantei com a forma que ela expressa os sentimentos
em palavras o modo que ela vê as coisas, sem falar da interpretação da atriz que achei maravilhosa.

 ''Provavelmente essas irregularidades nos reflitam perfeitamente. Irregularidades estéticas e éticas. Esses edifícios que se sucedem sem nenhuma lógica demonstram falta total de planejamento. Exatamente assim é a nossa vida que construímos sem saber como queremos que fique. Vivemos como quem está de passagem por Buenos Aires. Somos os criadores da cultura do inquilino. (...) Os prédios, como todas as coisas pensadas pelo homem, servem para diferenciar uns dos outros. (...) ''

    Apesar de haver uma certa demora para Martin e Mariana se conhecerem eu amei a forma que eles se encontram pela a primeira vez, e nem imaginam que minutos atrás estavam se falando pela a internet, depois eles chegam a se encontrar novamente no final, e para mim foi o final perfeito, tudo no filme se encaixa muito bem, virou o meu preferido de tanto amor!!
     Medianeras é um filme que quase escorrega no clichê mas nos surpreende pela sensibilidade de sua construção. O filme faz uma crítica ao individualismo, cheio de solidão causados pela a modernidade, mas nos encanta com um lindo romance.

     Sempre apaixonada,
     Lua.


2 comentários:

  1. Olá,
    Tudo bom?
    Então, já disse que amo esse blog? <33 Sim, adoro!
    Eu sei qe postar com frequência não é fácil, (sei disso, porque também tenho um blog) maaas porfavooor, posta maais, hahah, amoo o post de vocês e tudo mais.

    Beijão,

    Livia Andrade ---> liviagatas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu já vi esse filme e é realmente incrível! Como você falou, é muito legal a forma como eles se conhecem e como eles estavam falando minutos antes sem saber... Estavam tão perto, mas também tão longe. Um filmaço!
    http://acasodoceu.blogspot.com.br/
    Beijos

    ResponderExcluir

Deixem um olá!

Leiam a FAQ antes de perguntar. E não custa lembrar das regrinhas básicas de bom senso dos comentários:

- não fique divulgando posts de blogs (principalmente quando não estão relacionados com o post comentado);
- xingamentos e ofensas sem motivo não serão aprovados; críticas e dúvidas são bem-vindas;

Os comentários que não seguirem as regrinhas não serão aprovados.

Obrigada ♥